sábado, 11 de setembro de 2010

Jaca

Hoje eu comi tucunaré. Comi pacu. Comi caranha. Pirarucu. Quase comi ariranha que caiu n'água, mas piranhas pegaram ela primeiro. Não sei por que, mas o rio anda cheio de casquinhos correndo, voando por cima das minhas águas e fazendo barulho com aquele óleo todo. Mais barulho que a balsa faz. Ficar na beira é bom, fiquei na areia a tarde toda anteontem, mas ontem não fui lá por causa do movimento. Gente demais andando, e quando gente demais anda só é problema. Não pode ser coisa boa o que vem de lá, ainda mais com esse tanto de casquinhos, que eles ficam indo para lá e para cá. Apesar disso, ainda acho que me sobra uma coisinha disso. Alguém ainda há de pular nesse meu riozão, e aí, não tem piranha que me tire de cima.

Texto escrito e enviado por Alê, o jacaré que mora na margem oposta do nosso set de filmagem.






Foto tirada no set de filmagem em Caseara.

2 comentários:

ale1teixeira disse...

=)

Anônimo disse...

Comi todos esses peixinhos lá em Palmas, estava hospedada no Victória Plaza Hotel e fiquei muito feliz de saber que a produção do filme estava hospedada lá.