quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Impressões

Quico Meirelles, nosso estagiário de câmera, comenta suas impressões. Achamos que o texto dele traria para vocês, leitores do blog, um pouco do que estamos vivenciando nas filmagens do Xingu:

No Tocantins, aqui pra esse lado, nos prados e cerrados, já é quase tempo de cajus, quase tempo de pequis. Nos nossos sets de filmagem, por outro lado, a equipe parece ignorar completamente isso. Mesmo passando batido, há algo porém que não escapa a ninguém e que não deixa de nos encher os olhos e emoções todos os dias e esse algo são os índios que nos acompanham todo o tempo. Absolutamente todos os atores e equipe das mais diferentes etnias, Kaiabis, Yawalapitis, Kraoos, etc, nos comovem e impressionam constantemente. Seja por sua total entrega ao projeto, pela beleza com que executam suas tarefas, pela dedicação que têm ao nos ensinar a sua cultura ou simplesmente, mas não menos importante, pela sensibilidade no trato pessoal com todos. A impressão que deixam até agora não poderia ser mais positiva. A cada dia que passa as pessoas da equipe ficam mais próximas a eles e aprendem mais daquilo que eles tanto conhecem e ao que as vezes damos tão pouco valor.
Assim, fica aqui uma pequena amostra de fotos tiradas ao acaso e que só comprovam a teoria de que mesmo que seja muito besta a fotografia tirada, mas que conte com eles como modelos, sempre terá ao menos um quê de estranho e belo que não sabemos explicar exatamente o que é.
Quico Meirelles


2 comentários:

Joca disse...

Olha o cacique tunuli

Anônimo disse...

Lindas fotos. Quem as tirou???